Estudantes investigarão asteroide que passará pela Terra em 2029


Em 2029, o asteróide Apophis passará a uma distância extremamente próxima da Terra. O fênomeno será uma oportunidade única para os cientistas do planeta descobrirem mais sobre como asteróides são formados e qual é sua importância no universo.

Por conta disso, estudantes do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, desenvolveram um projeto para lançar uma nave espacial em direção ao meteoro para que seja feita uma análise de seu formato, tamanho, densidade, topografia, composição e sua taxa e estado de rotação. Os dados servirão não só para conhecer melhor o corpo celeste como também para entender as possíveis consequências de seu impacto no campo gravitacional da Terra.

Os estudantes fazem parte da aula de engenharia de sistemas espaciais, liderada pelo professor de ciências planetárias Richard Binzel e o professor de aeronáuticas e astronáuticas, David Miller, antigo tecnólogo chefe da Nasa. A tarefa dada pelos professores aos estudantes era a de construir uma missão robótica que juntasse defesa planetária com aprendizado científico.

Segundo o plano deles, uma nave deve ser lançada em 2026 para conseguir alcançar o ponto ideal de observação. De lá, será possível fazer as medidas necessárias antes, durante e depois do evento. 

"Apophis está chegando tão perto que a gravidade terrestre irá dar puxá-lo e redirecionar o seu caminho. É a Terra quem irá lhe dar um grande empurrão",explicou o professor Bizel em uma declaração feita pelo MIT. Mas nada de apreensão: apesar de suas grandes proporções, os cientistas garantem que ele não atingirá o planeta.

Comentários