Quem é a JBS: saiba quais são as marcas que fazem parte do grupo


A empresa JBS, que leva as iniciais de seu criador José Batista Sobrinho, iniciou sua produção alimentícia em 1953, sob o nome de Casa de Carnes Mineira, na cidade de Anápolis, em Goiás. Em pouco tempo, porém, Zé Mineiro — apelido carinhoso de Batista — percebeu que as oportunidades de crescimento estavam brotando na vizinhança.

Aproveitando o grande número de empreiteiras que se encaminhavam para Brasília, na época de sua criação, Zé Mineiro começou a travar laços estreitos com os reponsáveis por levantar a mais nova capital federal do país. Foi fornecendo carne para essas construtoras que o empreendedor foi capaz de erguer a base perfeita para iniciar seu processo de internacionalização — bastava apenas um pequeno empurrão para deslanchar o plano.

Em 2005, a empresa, que na época se chamava Friboi, adquiriu sua primeira marca estrangeira ao comprar as operações da Swift, da Argentina. Mas foi apenas em 2007 que o sonho de conquistar o mundo chegou de vez. Neste ano, o império voltou a se chamar JBS e abriu capital para ter suas ações negociadas na bolsa de valores. E então, o maior empurrão da J.B.S. surgiu.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) iniciou um processo de compras acionárias dentro da empresa que o tornou, em pouco tempo, dono de 13% da companhia. Foram pouco mais de um bilhão de reais colocados na empresa, o que viabilizou a grande compra da Swift norte americana. Ao longo dos dois anos seguinte, o BNDES ainda colocaria 8,3 bilhões de reais na companhia através da compra acionária, mesmo período em que a JBS expandiu seus negócios para a Austrália e para o segmento aviário dos Estados Unidos.

Hoje, a JBS é dona de quase 50 marcas, atuantes em 22 países dos cinco continentes do mundo. Sua receita no ano de 2016 foi de pouco mais de 170 bilhões de reais, com lucro de 376 milhões. O BNDES é dono de 23,9% das ações da empresa e, segundo informações do Globo, teria ganho cerca de três bilhões de reais se tivesse vendido toda sua parte em 2015.

Além da JBS, os donos da maior parte da empresa, Wesley e Joesley Batista, também fundaram a J&F investimentos. A holding possui controle não só sobre a JBS, mas também sobre a Vigor, a Flora (empresa de higiene que tem marcas como a Minuano), a Eldorado Brasil (de papel e celulose), o Canal Rural e o Banco Original.

A GALILEU mostra os países em que a empresa atua e as marcas que fazem parte do grupo:


Comentários