Empresa de iluminação começa ações antipirataria


A conhecida empresa fabricante de mesas de iluminação MA Lighting da Alemanha tem iniciado ações legais contra importadores e usuários de cópias.

Em comunicado oficial, a empresa declarou saber que seus softwares têm sido hackeados e que seus produtos estão sendo copiados na China, além de aceitar a dificuldade que os fabricantes originais estão tendo para combater quem faz essas cópias nos países asiáticos.

É por isso que a MA decidiu iniciar processos legais contra os importadores e usuários dessas cópias, dado que tanto a importação quanto o uso comercial de produtos copiados são delitos graves sujeitos a ações penais. Segundo fontes, a empresa também teria iniciado ações contra o site Alibaba pela comercialização das cópias.

A MA Lighting é proprietária de patentes e direitos sobre IP que serão utilizados internacionalmente sob bases legais e atuará com os advogados mais reconhecidos nesse campo.

“Atualmente estamos trabalhando em diversos casos e obtivemos a primeira sentença a nosso favor. O respectivo usuário diferiu as respostas aos requerimentos de nossos advogados e por isso a mesa foi apreendida”, disseram no comunicado representantes da empresa.

A companhia também dará suporte a seus distribuidores internacionais sobre a base de casos e sentenças concluídas, a fim de conseguir resultados idênticos em cada um dos respectivos países.

Já em ação, o distribuidor na Argentina, Stage Tech, realizou as apresentações pertinentes perante organismos locais, como Afip e Alfândega, para informá-los sobre a situação e trabalhar para combater esse delito.

A venda de cópias asiáticas de aparelhos de outras marcas de iluminação parece estar proliferando e já foram vários os boatos que chegaram a nossa redação sobre a comercialização indevida destas, muitas vezes passando por “produtos originais”, em diferentes países latinos. Continuaremos investigando a respeito.

Comentários