Sesc lança DVD dos 30 anos do 1º festival punk do Brasil


O Selo Sesc lança na próxima terça-feira (16), em São Paulo, o DVD “O Fim do Mundo, Enfim”, documento comemorativo dos 30 anos do primeiro festival punk do Brasil. O que pouca gente sabe é que o evento em questão, “O Começo do Fim do Mundo”, realizado em 1982, foi organizado por um ribeirão-pretano.

O escritor, dramaturgo, diretor e produtor Antonio Bivar é uma das figuras chaves do movimento no país. Tanto que estará presente no lançamento do DVD, que será realizado no local onde tudo começou: o Sesc Pompeia.

“Tudo mudou muito. Na época do festival, o Sesc, que tinha acabado de ser inaugurado, não tinha vizinhos. O palco foi armado no meio do pátio da unidade, que ficou cheio de gente”, lembra Bivar, em entrevista por telefone.

Radicado em São Paulo desde o final dos anos 1960, Bivar visita constantemente Ribeirão, onde tem família. O escritor é irmão do célebre artista plástico Leopoldo Lima, falecido na década de 1990 e conhecido por sua pirografias.

Homem do mundo, Bivar teve contato com o movimento punk paulista no início dos anos 1980, quando acabara de chegar de uma de suas várias viagens à Inglaterra.

“Londres fervilhava com muitos artistas novos. Quando cheguei ao Brasil, isso aqui parecia a Idade Média. Muito atrasado. A única coisa nova era o movimento punk, que era algo diferente de tudo”, recorda.

Bivar ficou tão empolgado com aquela garotada de coturno e jaquetas de couro que pensou em organizar um grande festival com as bandas de São Paulo.


“Juntou eu, o Calegari (da banda Inocentes) e o Mingau (do Ratos de Porão) e fomos lá falar com a diretoria do Sesc. Eles toparam de cara, sem que a gente tivesse um projeto sequer”, ressalta.

O escritor diz que as reuniões eram realizadas em seu pequeno apartamento, nos Jardins, juntamente com a geração pioneira do punk paulista. “A gente também vivia na Galeria do Rock (no Centro de São Paulo), onde nos reuníamos para trocar ideias e correspondências que vinham do mundo inteiro”, conta. 

Na mesma época, Bivar escreveu o livro “O que é Punk?”, lançado durante o festival em outubro de 1982.

“Vendeu como água, mas eu não podia autografar porque os punks achavam isso demonstração de vaidade”, diz Bivar, que até hoje mantém amizade com os músicos daquela época.

“O festival teve repercussão mundial. Lembro que até o poeta Carlos Drummond de Andrade elogiou os punks num artigo. Uma loucura”, lembra. 

O DVD “O Fim do Mundo, Enfim” é um registro do show realizado em 2012 para comemorar os 30 anos do festival “O Começo do Fim do Mundo”, com representantes da velha e da “nova guarda” do movimento. Além do show, o DVD traz depoimentos de integrantes das bandas punks que estiveram no festival de 1982 e 30 anos depois se reencontraram no mesmo cenário.

Na terça-feira, será exibido o documentário que conta com a participação de João Gordo (Ratos de Porão), Mao (Garotos Podres), Callegari e Clemente (Inocentes) e Ariel (Restos de Nada). 
O DVD estará à venda nas unidades do Sesc e pelo site: http://www.sescsp.org.br/livraria.

Comentários

  1. Boa tarde. Faço a assessoria do Selo e gostaria de pedir uma correção: o lançamento do DVD "O Fim do Mundo, Enfim" será no CineSesc, rua Augusta 2075 – Cerqueira César, São Paulo. E não no Sesc Pompeia. Obrigada

    ResponderExcluir

Postar um comentário