Namorada de Dimebag aceita desculpas de Phil Anselmo e critica Robb Flynn



Rita Haney, namorada do falecido guitarrista Dimebag Darrell e organizadora do Dimebash, postou a seguinte mensagem online:

Acredito que há uma coisa a se dizer quando um homem se desculpa: Obrigado por reconhecer que estava errado. Gostaria de receber o mesmo do senhor Flynn, que se aproveitou de uma oportunidade para iniciar uma novela porque estava magoado com o encontro pessoal que teve com Philip aquela noite. Você me enviou uma mensagem nas primeiras horas da manhã e não mencionou nada relacionado a racismo. Dou meu apoio à mensagem que tentou espalhar, mas não o método por trás dela. Você mascarou o real problema com algo muito importante e sério.

Você me perguntou o que Darrell faria. Seria o que é certo, falar frente a frente com Philip (como descreveu ter testemunhado uma vez). Não ir a imprensa e atacar música, família e organização. Até onde sei, o Pantera não era apenas uma pessoa. Rex, Vinnie e Darrell também nos deram a música. Agora, Philip reconheceu seu erro. As coisas são diferentes hoje em relação ao racismo e racismo reverso. Muitas piadas rolaram com Dave Chapelle, um de nossos melhores amigos, Dug Pinnick, muitas emoções rolaram que ninguém poderia entender, exceto os membros da banda. E sim, havia vinho, junto com outras garrafas.

É uma situação de muita emoção quando nos juntamos. No entanto, nada justifica aquele comportamento. O que aconteceu no palco foi sentido amargamente por um homem. Não apoio as duas palavras e gestos feitos aquela noite. São de origem bárbara e constrangedoras. Aceitei as desculpas de Philip, pois quero viver em um mundo melhor. Sua mensagem foi verdadeira, Robb, mas infelizmente, o método não.

No passado, Rita culpou Phil Anselmo pelo assassinato de Dimebag, atestando que suas palavras rancorosas contra os ex-colegas influenciaram a atitude de Nathan Gale, que subiu ao palco e disparou contra o guitarrista.

Comentários