Curta sci-fi argentino prevê um futuro sombrio para a realidade virtual

A realidade virtual, considerada o novo salto tecnológico, pode não ser exatamente esse mundo fantástico que promete. Pelo menos de acordo com o curta “Uncanny Valley”, novo trabalho da produtora argentina 3DAR – que também tem operação no Brasil. Numa mistura de “Jogador Nº 1” e “No Limite do Amanhã”, o filme traz viciados no que, aparentemente, são jogos online. O mundo virtual é acessado através de um anel no nariz (remetendo ao consumo de drogas), até que um dos jogadores cruza a linha entre imaginário e o real. “Uncanny Valley” estreou hoje online, mas suas sessões privadas em Los Angeles despertaram o interesse de Hollywood, segundo o Deadline. O conceito já é interessante o bastante, mas a adaptação para os cinemas se apoiaria inclusive em experiências de realidade virtual, com utilização de Oculus Rift. Dirigido por Federico Heller, “Uncanny Valley” vai seguindo um caminho parecido com “Alive in Joburg”, curta de Neill Blomkamp que deu origem a “Distrito 9”. Dê o play no vídeo e coloque em tela cheia. Oferece legendas em português.
   


Comentários