Asteroide passará perto da Terra na noite de Halloween


No final do mês de outubro um asteroide passará perto do planeta Terra. O fato não teria tanta relevância, não fosse por dois fatores, um inofensivo e o outro um pouco mais preocupante: o dia em que ele vai chegar mais perto de nós é 31 de outubro, Halloween. Esse é o inofensivo. O preocupante é que a Nasa descobriu a existência do asteroide somente no dia 10 de outubro, três semanas antes de sua aproximação.

Eis a ficha técnica do asteroide-surpresa: seu nome é 2015 TB145, ele está voando a uma velocidade de 126 mil km/h, seu diâmetro estimado é de 260 a 620 metros e ele passará a 499 mil km da Terra, longe para os parâmetros do homem, pertíssimo para os parâmetros do universo.

Nada desse tamanho passava tão perto de nós desde 2006, quando o 2004 XP14 chegou a ficar o equivalente a 1,1 vezes a distância da Lua para a Terra. O 2015 TB145 passará a 1,3 distâncias lunares. De acordo com a Nasa o fenômeno não será visto a olho nu, mas quem tiver uma boa luneta em casa talvez consiga observá-lo.

A agência espacial americana possui um programa dedicado à observação de objetos espaciais próximos da Terra, ou NEO, no acrônimo inglês para Near-Earth Objects. De acordo com seu site o objetivo do Near-Earth Object Program é “detectar, rastrear e descrever asteroides e cometas potencialmente perigosos que podem se aproximar da Terra” - atualmente o programa foca em objetos com mais de 140 metros de diâmetro. Até 16 de outubro de 2015, 13.256 objetos haviam sido detectados, sendo que 877 eram asteroides com diâmetro de aproximadamente 1 km (ou até maiores) e 1.635 foram classificados como “potencialmente perigosos”.

O próximo asteroide conhecido a cruzar nosso trajeto com distâncias e tamanhos similares só virá em 2027.

Comentários