Garoto detido por fazer relógio ganha presentes da Microsoft


Ahmed Mohamed, de 14 anos, foi detido por ter feito um relógio digital e levá-lo para a sala de aula, na semana passada. Acusado de ter construído uma bomba caseira, o jovem foi algemado com a sua camiseta da Nasa e registrado em uma fotografia pela sua irmã. Após a solução do mal-entendido, importantes figuras do cenário político e do mercado de tecnologia se pronunciaram em solidariedade. No último final de semana, Satya Nadella, CEO da Microsoft, mandou alguns presentes para estimular o garoto a continuar na sua carreira em engenharia.

Mohamed recebeu um kit com um tablet Surface Pro 3, um relógio inteligente Microsoft Band, uma licença do pacote Office 365 e uma impressora 3D Cube, da 3D Systems, além de diversos acessórios.

No Twitter, a Microsoft se pronunciou informando que os presentes foram dados a Mohamed porque a empresa quer ver o que ele pode fazer com todos esses gadgets.

O jovem também recebeu um convite de Mark Zuckerberg para conhecer a sede do Facebook e também um pronunciamento oficial de Barack Obama, que elogiou o relógio de Mohamed e o chamou para a Casa Branca. "Deveríamos inspirar mais crianças como você a gostar de ciência. É isso que faz a América ser ótima", declarou o presidente dos Estados Unidos.

Comentários