Entrar em contato com obras de arte faz bem para a saúde



Experiências inspiradoras e impressionantes fazem bem para a saúde. É o que comprova uma pesquisa realizada na Universidade da Califórnia, Berkeley, nos Estados Unidos.

Para chegar a tal conclusão, os cientistas conduziram um experimento com 200 jovens. Em um primeiro momento, os voluntários responderam perguntas sobre como havia sido o dia deles e quais tipos de emoções tinham experenciado nas últimas horas. A seguir, os pesquisadores coletaram amostras dos tecidos das gengivas e das bochechas dos participantes para verificar seus níveis de citocina, proteína que causa inflamação quando percebe que há ameaças no sistema imunológico.

Um alto nível de citocina é um indício de que o corpo está lutando contra uma infecção ou doença. Além disso, a proteína também está relacionada a depressão, pois bloqueia alguns hormônios e neurotransmissores como a serotonina e a dopamina.

Os pesquisadores descobriram que os participantes que tinham experenciado emoções positivas, principalmente de admiração, apresentaram os menores níveis de citocina. Segundo o estudo, as atividades que provocam esse tipo de emoção (como ver um bom filme, ir à uma exposição ou ouvir um disco incrível) podem ser tão benéficas para a saúde quanto uma ida à academia.

Comentários