Governo brasileiro lança programa de apoio a desenvolvedores de software


O Ministério das Comunicações lançou nesta terça-feira (4) um programa para estimular a criação de parques tecnológicos no Brasil, visando ao desenvolvimento de instalações de pesquisa e laboratórios destinados ao desenvolvimento de software para computadores e smartphones.

De acordo com o edital do Programa Usinas Digitais, estão previstos 8 milhões de reais em investimentos, a serem divididos entre os dois projetos que vencerem a seleção.

Os projetos serão implementados por meio de parcerias entre os governos federal, estaduais e municipais e a iniciativa privada. As empresas aglutinadas em um mesmo polo terão acesso compartilhado a recursos, equipamentos e infraestrutura de ponta.

"Esse mercado [de produção de conteúdos para smartphones] tem crescido muito no mundo. O Brasil já produz bastante e se destaca na produção, mas queremos dar mais apoio a quem tem a capacidade de elaborar, produzir, tem criatividade mas não tem meios para produzir", explicou o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, após participar da cerimônia de lançamento do edital..

Berzoini ressaltou que o perfil desses aplicativos abrange "tudo que possa ter valor" para atrair o interesse das pessoas do ponto de vista cultural, comercial, em especial nos setores audiovisual, de música e som, assim com de aplicativos e jogo eletrônicos.

"Queremos que esses aplicativos tenham capacidade de disputar o mercado privado, onde efetivamente se estabelece se ele tem ou não valor. Nosso apoio é para que haja condições de infraestrutura para que as pessoas possam criar. Podendo criar, evidentemente podem disputar o mercado", disse o ministro.

Para participar do Usinas Digitais, os interessados devem apresentar as propostas até 4 de setembro por meio do Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse. Dois projetos serão selecionados em 2015 para receber do ministério 4 milhões de reais em repasses, cada.

A partir daí, serão estabelecidas as parcerias, que poderão ser tanto com governos locais quanto com entidades da sociedade civil ou instituições de pesquisa. O edital deverá ser publicado na quarta-feira (5).

Comentários