"Geografia do subterrâneo" - um estudo sobre a espacialidade das cenas Heavy Metal do Brasil


No livro "A Geografia do Subterrâneo", lançado pela editora Novas Publicações Acadêmicas, Victor Vasconcellos enfatiza a importância que os espaços de sociabilidade possuem para o surgimento e manutenção das cenas musicas, indo além das análises sociológicas e antropológicas que, via de regra, privilegiam aspectos ligados aos comportamentos, simbolismos e práticas sociais dessas coletividades. O autor do livro,que também é músico e headbanger, é Mestre em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Servidor Público Federal na Biblioteca Nacional.

Segundo Victor, "O desejo de estudar a organização das cenas se deu em função do interesse que tenho pela música, particularmente pelo Heavy Metal. Muitos anos antes de cursar a faculdade de geografia, já participava ativamente da cena carioca como músico e produtor de eventos de 'metal'. No entanto, somente nos primeiros meses do curso de mestrado passei a olhar para as cenas musicais a partir de uma perspectiva geográfica".

Para escrever o livro, o Victor realizou uma extensa pesquisa de campo durante dois anos (entre 2010 e 2012) em nove cidades brasileiras: Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Salvador (BA), Aracaju (SE), Maceió (AL), Recife (PE), Campina Grande (PB), João Pessoa (PB) e Natal (RN). Objetivo era visitar lugares que estão associados à sociabilidade Heavy Metal e que, segundo ele, são fundamentais para a manutenção das respectivas cenas locais. Durante dois anos foram visitadas casas de shows, galerias comerciais, lojas especializadas, bares, estúdios de gravação e ensaio, ruas específicas, estacionamentos de carros, centros culturais e outros locais relevantes para estabelecer as relações para a construção da obra.


O livro está disponível para download gratuito em:

Comentários