Um mini documentário sobre a fita K-7(cassete)

Uma rápida história sobre a ascensão e queda da cassete compacta e seu impacto sobre a cultura, a comunicação, a escuta, e reprodução de som portátil.

Desde o seu patenteamento no início dos anos 1960, a cassete de áudio compacto mudou a maneira que nós ouvimos, pensamos e nos comunicamos. Desde as suas origens humildes como uma ajuda de transcrição até a sua eventual perda de popularidade após a invenção do CD e MP3 player, a fita cassete tem vindo a ser considerado um importante artefato cultural, tanto em termos de impacto duradouro sobre a sociedade e os sua relevância no Terceiro Mundo e no cenário internacional da música independente. Embora a fita cassete tenha desaparecido no mundo ocidental, ela continua a ser um importante marco cultural para uma geração de ouvintes de música, e sua influência menos direta ainda é sentida hoje. Em pequena escala ainda existem gravadoras que lançam algumas, mas em tiragem limitadíssima.

Quem assina a produção do documentário é o Media Artists Studio da Evergreen State College (Olympia, Washington, EUA).



Comentários