Facebook abre Internet.org para qualquer operadora de telefonia móvel


Um ano depois de o Facebook lançar o Internet.org, a empresa está tornando mais simples o processo para que qualquer operadora móvel ofereça acesso gratuito à internet e serviços on-line por meio do programa.

O Internet.org foi lançado inicialmente em Zâmbia, na África, e nos últimos 12 meses chegou a 17 países em três continentes, mas sempre em parceria com algumas poucas operadoras. O serviço oferece acesso gratuito de internet a sites básicos em países subdesenvolvidos.

Agora, o Facebook quer atrair novos parceiros para o programa, anunciando o lançamento de um portal dedicado por meio do qual as operadoras podem se cadastrar no serviço. Na página, o desenvolvedor encontra um manual de boas práticas, além de ferramentas técnicas para a criação de aplicativos.

Segundo a rede social, o Internet.org é benéfico para as empresas de telefonia pois consegue atrair novos clientes para elas. "[O programa] traz novos usuários para redes móveis em média 50% mais rapidamente após elas lançarem serviços básicos gratuitos e mais da metade das pessoas que ficam online por meio do Internet.org estão pagando por dados e acesso à internet dentro dos primeiros 30 dias."

O Facebook também ressalta que seu objetivo é "trabalhar com o maior número possível de operadoras móveis e desenvolvedores para estender os benefícios da conectividade". Essa é uma resposta direta aos críticos do programa, que acusam a rede social de violar a neutralidade da internet no Internet.org, facilitando o acesso a apenas alguns sites e serviços determinados.

Na teoria, isso significa que qualquer desenvolvedor pode criar serviços a serem oferecidos por meio do Internet.org. Mas ainda não se sabe quanto isso irá custar, ou quais as regulações que eles deverão seguir.

Comentários